Mulher grávida diz ter sido empurrada por ‘boqueiro’

Uma mulher de 38 anos buscou a Delegacia para denunciar o proprietário de uma “boca de fumo” que se apossou deu seu relógio e lhe agrediu.

O inusitado fato foi registrado na noite desta segunda-feira, 04, onde a mulher denuncia que foi até a residência situada a Avenida Balbino Maciel, atrás de um clube, no bairro Santa Luzia, município de Guajará-Mirim/RO, onde ao proprietário fez uma negociação: deixar empenhado um relógio em troca de substância entorpecente. A mulher disse que ao retornar para recuperar seu relógio, o homem afirmou que não devolveria o objeto e empurrou a mesma que caiu ao solo. A mulher que está gestante procurou a Delegacia em busca de seus direitos.

Fonte: O MAMORÉ

Deixe um comentário