Guajará se prepara para disputar pela primeira vez um Rondoniense de base

Depois de completar 66 anos de história, o Glorioso vai disputar pela primeira vez um Campeonato Rondoniense de base. Um marco inédito que está deixando a torcida animada, já que os jogadores do sub-17 e sub-20 são em grande parte moradores de Guajará-Mirim, RO.

Atualmente, a prioridade do Guajará é formar um time com 100% de jogadores prata da casa. E essa prioridade já tem gerado resultados positivos.

– A prioridade do Guajará são os pratas da casa. Essa é a primeira vez que estamos iniciando uma temporada com a base, por isso ainda estamos na seletiva dos jogadores – comentou Salatiel Rodrigues, diretor de esportes do Guajará, sobre a preparação do time.

Apesar de ser o primeiro time de base, o Glorioso já conta com atletas habilidosos e de passes rápidos. O que muitas vezes acaba superando as expectativas da comissão técnica.

– Estamos conhecendo jogadores de grande importância e relevância. Inclusive, alguns dos nossos atletas foram jogar fora do município e agora estão retornando para dar uma força ao Guajará- disse Salatiel.

O time também possui alguns atletas que estão treinando na base há pouco tempo, e a presidência do clube reconhece que é preciso um pouco mais de trabalho para alcançar os objetivos.

– A gente tem que trabalhar muito, alguns meninos não tiveram uma base forte, mas isso é trabalho, e é por isso que estamos treinando todas as noites. Além de estarmos formando atletas, estamos formando bons cidadãos – disse, Adelino Evangelista, Presidente do Guajará.

Time de base do Guajará — Foto: Fabiano do Carmo/G1

Time de base do Guajará — Foto: Fabiano do Carmo/G1

O diretor de esportes do Guajará também comentou sobre a preparação física desses atletas.

– Nós conhecemos os jogadores e sabemos quem tem condições e quem não tem condições de jogar. Estamos aprimorando o preparo físico deles, com certeza nós não vamos fazer feio, estamos fazendo um trabalho bem feito.

A pretensão de fortalecer a base do time com pratas da casa é justamente para que futuramente o Glorioso possa ter um time com 100% de jogadores guajará-mirenses.

– A maioria dos nossos jogadores são de Guajará-Mirim e isso é para que a gente forme uma base da equipe, para jogar no profissional ano que vem – finalizou Adelino Evangelista.

Fonte:G1Ro

Por Fabiano do Carmo

Deixe um comentário