Coronel peita ANEEL e Bolsonaro contra abuso da ENERGISA

deputado federal Coronel Chrisóstomo (PSL-RO) declarou guerra a ENERGISA, a ANEEL e ao Governo Federal, na atualidade comandado por seu amigo de acadêmia militar, o Capitão Jair Bolsonaro (PSL). Segundo Chrisóstomo, caso a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica não tome providências emergenciais ao abuso tarifário em Rondônia. Todos os dias vai “bater” na ANEEL e no Ministério de Minas e Energia. Seja na tribunal do Congresso Nacional ou nas comissões.

Na audiência pública da ANEEL realizada na tarde da última terça-feira (8), Chrisóstomo falou na cara dos diretores que eles não vão ter vida fácil. Pois, enquanto os membros da agência reguladora não resolverem os inúmeros abusos da ENERGISA em Rondônia, todos os dias a diretoria vai apanhar no Legislativo. O Coronel Chrisóstomo foi enfático ao dizer na reunião com ANEEL que não é justo o Estado que mais produz energia elétrica no Brasil, ter que passar por abusos econômicos por parte de uma empresa de distribuição de energia ineficaz.

O receio do parlamentar pesselista de Rondônia, é com o viral de indignação da população rondoniense. As diversas manifestações e aos ataques à bancada federal de Rondônia, é uma triste realidade. Sobretudo, essa onda de insatisfação com o Governo Estadual e Federal está refletindo nesta regulamentação da bandeira tarifaria. Portanto, é necessário um planejamento iminente do Poder Executivo Federal para banir esse crime de lesa à pátria.

Chrisóstomo que estava na companhia de mais quatro deputados federais, confirmou que se arrependeu de fazer a audiência pública em Rondônia com o Ministério de Minas e Energia para debater somente sobre a exploração dos minérios em terras indígenas. O coronel do Exército brasileiro reconheceu o seu erro, em apenas fazer a política de governo do presidente Jair Bolsonaro, enquanto o povo de Rondônia sofre com desemprego e tarifa abusiva de energia elétrica.

– Vamos pra cima, pois a população de Rondônia precisa de respostas positivas. E vou continuar a dizer, que não é justo o que estão fazendo com um Estado que é produtor de energia elétrica – Finalizou o parlamentar federal Coronel Chrisóstomo.

Fonte: HORA 1 RONDONIA

Deixe um comentário