Coronavírus: Com apoio do Exército, Rondônia começa testes em massa da população em todos os municípios

ação Mapeia Rondônia recebe reforço no apoio logístico para realização das etapas de testagem da população, para diagnóstico da Covid-19. A parceria com a 17ª Brigada de Infantaria de Selva foi anunciada em coletiva de imprensa, na manhã desta terça-feira (2), pelo secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo.

A iniciativa do governo de Rondônia, objetiva nesta primeira etapa, a testagem para as pessoas que apresentam sintomas de síndrome gripal por mais de sete dias, e posteriormente os que não apresentem sintomas também serão testados, conforme adiantou o secretário.

‘‘Saiu hoje (2) um ônibus do Corpo de Bombeiros com militares da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, descendo para os municípios de Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura e Vilhena, e outro grupo irá se deslocar para Guajará-mirim, que será outro município contemplado com apoio desses militares’’, explicou Fernando Máximo.

A primeira etapa de testagem para Covid-19, coordenada pelo Estado, começa nesta quarta-feira (3) e segue até a próxima terça-feira (9). Os militares dão apoio nas cidades polos e, em todos os municípios, as secretarias municipais de saúde estão envolvidas na missão do Mapeia Rondônia.

A ação conta também com apoio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Defesa Civil do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBM-RO) e do Conselho de Secretários Municipais do Estado de Rondônia (Cosems-RO).

CONTROLE

Rondônia já testou, através do trabalho feito no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), 16.715 pessoas, e com a ampliação das testagem será possível avançar em ações de controle do contágio da doença.

A iniciativa  possibilita o fortalecimento da vigilância e identificação de novos focos de transmissão, assim também como a detecção de pessoas contaminadas, evitando novas contaminações, tendo em vista que estas serão isoladas.

Uma importante medida que precisa ser acompanhada do rigoroso cuidado da população, em seguir as recomendações protetivas, a exemplo do uso de máscaras, distanciamento social, e saídas de casa apenas se for necessário.

O pedido de conscientização é reforçado e o secretário de saúde faz o alerta que Rondônia já atingiu índice crítico de ocupação de leitos de Covid-19. ‘‘A população tem que entender isso, pois ainda tem muita gente que não está contribuindo, andam nas ruas sem máscara, tem que entender que estão morrendo rondonienses, e precisamos nos cuidar. Em Porto Velho, neste momento estamos com 100% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) ocupados. Se não tivermos apoio de 100% da população, o colapso está próximo. Nós não queremos isso, mas é a realidade desse momento’’, disse.

Vale destacar que os esforços são intensos para ampliar os leitos, mas é preciso que população ajude a evitar mais contágios. O governo de Rondônia anunciou que 10 leitos de UTI devem ser ativados nesta terça-feira (2) no Hospital Estadual e Pronto Socorro João Paulo II (JP II), e na quarta-feira (3), o Hospital do Amor deve entregar 12 leitos de UTI.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

Deixe um comentário