Advogado Caetano Neto denuncia vice-prefeito e outros 4 membros da administração Noronha

Advogado Caetano Neto, cumpriu o que prometeu e apresentou durante está semana uma ação popular contra o vice-prefeito Davino Gomes Serrath, os assessores Bruno Carneiro de Oliveira, Alan Eric de Souza Barros e contra os secretários (CONTRAN) Adriano Mendes Casara, e (OBRAS) Valdir José Cordeiro.

Na ação ingressada no Ministério Público o advogado Caetano Neto pede ressarcimento aos cofres públicos do município de Guajará-Mirim, no valor de R$ 88.650.00 por recebimento de diárias no ano de 2019 com desvio de finalidade pública, e ainda pede que os réus sejam condenados a perda da função pública e suspensão dos direitos políticos.

Caetano já havia denunciado o vice-prefeito no Programa Rota Policial, dizendo que os desmandos na administração do prefeito Cícero Alves de Noronha Filho passou dos limites, e os gastos com diárias ocorrem de forma desenfreada sem qualquer tipo de atitude por parte da Câmara, que parece inércia diante dos gastos com o dinheiro público.

O advogado disse está semana, que é um absurdo o que se faz com o dinheiro publico e informou que tem recebido várias denuncias da população que reclama e pede uma atitude dos órgãos fiscalizadores, que deveriam zelar pelo dinheiro publico.

Gastos como os de dois membros de sua assessoria de comunicação que saíram de Guajará, para gravar um programa ( Café com o prefeito ) no distrito de Surpresa chega a ser um absurdo, como mostram imagens do comprovante de pagamento de Alan Eric, coordenador de comunicação e Bruno Oliveira assessor especial do prefeito, que juntos receberam para divulgar a ação do prefeito em Surpresa a bagatela de 1.270 reais.

“ A população não aguenta mais esses gastos e eu tenho certeza que isso vai se refletir nas urnas nas próximas eleições” finalizou Caetano.

Fonte: Agora Guajará

Deixe um comentário