Topo 728x90


Tempo Real

recent
 Anuncie agora mesmo clicando no banner

PODE SER LEGAL, MAS É IMORAL. VEREADOR GANHA 12 MIL POR MÊS

No futebol, dizem que existem coisas que só existem no Botafogo. Nas cidades, existem coisas que só existem em Guajará-Mirim. E uma dessas coisas é o fato de um vereador da cidade, Adanildson Sicsú Gomes (PdoB) ter passado a acumular os vencimentos de vereador e de servidor público municipal, o que totaliza R$ 12.000,00 (doze mil reais)/mês.
A notícia estourou como uma bomba nas redes sociais e grupos de WatsApp.

O vereador em questão, foi eleito em 2017, e como servidor efetivo do Quadro da Saúde Municipal, e amparado por dispositivo legal existente na legislação municipal, passou a acumular os dois vencimentos: de vereador e de secretário municipal, cargo que exerceu por cerca de 6 meses quando afastou-se do mandato da Câmara para atuar como Secretário Municipal de Saúde de Guajará-Mirim.
Segundo informações, há uma lei municipal que dá esse direito ao servidor público municipal efetivo que, cumprido determinado tempo consecutivo ou intercalado (nesse caso, aumenta o tempo), ele pode requerer a incorporação do vencimento do cargo comissionado que exercia ao seu salário como servidor normal e efetivo.
Contracheque da Prefeitura mostra um vencimento bruto de mais de 8 mil reais de Sicsú, enquanto o do Câmara mostra a casa dos 4 mil reais. Somados, os dois vencimentos ultrapassam a casa dos12 mil reais.
Com a situação difícil e caótica que vive o município, fica difícil o povo digerira um fato de tamanha natureza, que pode ser classificada de abusiva pois, embora possa ser legal é nitidamente imoral.

Fonte: Guajará em Foco
PODE SER LEGAL, MAS É IMORAL. VEREADOR GANHA 12 MIL POR MÊS Reviewed by Cleiton Rocha on quinta-feira, janeiro 03, 2019 Rating: 5

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.