Topo 728x90


Tempo Real

recent
 Anuncie agora mesmo clicando no banner

Fronteira do Brasil com a Bolívia em Guajará-Mirim foi fechada por manifestantes contrários à reeleição de Evo Morales

Porto fechado em Guayaramerín durante manifestação

Manifestantes bolivianos fecharam a fronteira de Guayaramerín, Beni, na Bolívia, desde a meia-noite de quinta-feira, 06. Eles protestam contra a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do país vizinho, que autorizou o presidente Evo Morales a disputar o 4° mandato.
No Porto Oficial de Guajará-Mirim, nenhuma embarcação saia ou chegava, o porto de Guayaramerín foi fechado pelos manifestantes. As manifestações aconteceram simultaneamente em várias cidades da Bolívia. 
Apesar do transtorno, estudantes brasileiros e bolivianos, e visitantes apoiam a manifestação: "Eles estão no seu direito, tem que protestar para melhorar as coisas para eles na Bolívia", declarou um aluno de medicina que estuda em Guayaramerín.
De acordo com informações a decisão vai contra o referendo de 21 de fevereiro de 2016, em que mais de 50% da população votou contra a reeleição do atual presidente:
"Queremos que a decisão do povo seja respeitada. Não estão respeitando o que a população escolheu em 2016, nós queremos fazer valer o que o povo decidiu", declaram os manifestantes.
Os desbloqueio do porto na fronteira com Guajará-Mirim seguiu até o final da tarde, retornando as atividades.
 Fonte: O MAMORÉ 
Fronteira do Brasil com a Bolívia em Guajará-Mirim foi fechada por manifestantes contrários à reeleição de Evo Morales Reviewed by Cleiton Rocha on sexta-feira, dezembro 07, 2018 Rating: 5

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.